free html templates

Planejamento Estratégico


Visando ações futuras relacionadas à internacionalização, o PPGF-UFPR aderiu ao Programa Institucional de Internacionalização-CAPES/PrInt (edital CAPES no. 41/2017) na UFPR. São 14 docentes do programa participando de subprojetos em quatro das cinco grandes áreas definidas pela UFPR. São elas: i) Materiais Avançados, ii) Biociências e Saúde, iii) Energias Renováveis e Novas Fontes de Energia e iv) Democracia, Cultura, Desenvolvimento. As missões científicas irão iniciar no primeiro semestre de 2019. 

O PPGFis-UFPR está promovendo no início de 2019 o II Workshop do Programa de Pós-Graduação em Física (WPPGF) da UFPR. O objetivo do WPPGF é o de fomentar a interação entre os estudantes do programa, bem como entre estudantes e professores do programa. O formato é simples, com apresentações orais por professores e alguns estudantes, apresentação de pôsteres pelos estudantes e três palestras.

Alguns professores do programa estão envolvidos na organização de uma escola de verão, com aulas de Mecânica Clássica e Mecânica Quântica, ministradas por professores do programa, seminários apresentando as linhas de pesquisa do programa e um minicurso sobre Termodinâmica Quântica. Paralelamente à escola, haverá o "Workshop on Quantum Thermodynamics", com a participação de professores brasileiros e estrangeiros.

O Programa de Pós-Graduação em Física está em fase final de discussão de uma parceria com o Max Planck Institute for the Physics of Complex Systems (MPIPKS). Esta parceria envolve a participação de 5 a 8 estudantes de doutorado do programa em uma escola que será realizada no MPIPKS, em Dresden, Alemanha, no segundo semestre de 2019. A participação dos estudantes de nosso programa será custeada pelo MPIPKS.

A coordenação tem convocado ao menos uma plenária do programa (envolvendo todos os docentes e discentes) por ano para apresentar os números do programa e discutir possíveis ações para melhorar não apenas os números, mas o programa como um todo. Embora os números sejam importantes para as avaliações futuras, eles são consequência do bom andamento do programa.

O programa de pós-graduação pretende, ao longo dos próximos anos, estimular e dar suporte a criação de novas linhas de pesquisa juntamente com novos grupos, em áreas de fronteira do conhecimento como, por exemplo, computação e informação quântica, inteligência artificial e redes neuronais, “deep and machine learning”, etc. O programa já conta com professores desenvolvendo alguns trabalhos ao longo de algumas dessas linhas, porém gostaríamos de expandir estas áreas. Vamos pleitear junto ao Departamento de Física novas contrações de pesquisadores experts em tais e outras novas áreas de fronteira, nas vagas dos professores que estão se aposentando em 2020 e 2021.

O programa continuará dando forte suporte a continuação da programação da Escola de Verão, que teve sua primeira edição em 2019 e a segunda edição no início de 2020, ambas com grande êxito. O conjunto de atividades da Escola de Verão tem como objetivo central estimular os alunos em final de graduação a prosseguir com seus estudos em física, encorajando-os a cursar um programa de pós-graduação, ao mesmo tempo que visa motivar também os estudantes de pós-graduação a seguir na carreira de pesquisador em física após a conclusão dos seus programas de pós-graduação. Dessa forma uma ótima exposição do programa é feita a estes participantes.

O programa visa manter o impulso de uma maior internacionalização estimulando seus integrantes a participarem de forma ativa em programas que promovam tal internacionalização (por exemplo, programa Print/CAPES). Importante mencionar que em 2020 está sendo organizado, dentro do workshop da pós (promovido anualmente) a visita de vários estudantes do Max Planck Institute de Dresden ao nosso departamento. A própria Escola de Verão e Workshop também promoveram a visita de renomados palestrantes internacionais que passaram vários dias palestrando e conversando com docentes e discentes do programa.

Estamos trabalhando na modernização e aprimoramento da página da pós-graduação, que terá um domínio próprio, visando sua integração com o sistema acadêmico da UFPR (SIGA) o qual guarda informações detalhadas de todo o programa, tanto dos docentes quanto discentes. Desta forma uma informação mais completa e atualizada estará disponível e ao acesso de todos. Da mesma forma estamos trabalhando na implementação de um sistema de videoconferência dedicado (equipamento já comprado pela Coordenação) o qual irá possibilitar a participação de membros de banca de mestrado/doutorado remotamente, de qualquer parte do país e do exterior. Dessa forma além de reduzir significativamente os custos, poderá se escolher sempre membros da banca mais apto e qualificados a julgar os trabalhos em questão.