Critérios de admissão e requisitos para obtenção do Título de Mestre

Público Alvo: indivíduos que possuam o título de bacharel ou licenciado, ou que sejam formandos, em cursos da área de ciências
exatas ou engenharia, que estejam realizando ou desejam realizar trabalhos nos temas de pesquisa desenvolvidos dentro do
Programa de Pós-graduação em Física da Universidade Federal do Paraná.
O número de vagas para o curso de mestrado é variável, dependendo da disponibilidade dos orientadores existentes.

O número de bolsas disponíveis para o mestrado também é variável. O Programa de Pós-graduação em Física distribuirá as
bolsas de estudo disponíveis aos alunos aprovados no teste seletivo, seguindo a ordem classificatória final dos mesmos.

No processo de seleção para o ingresso no curso de mestrado, todos os candidatos deverão realizar o exame de ingresso
elaborado pelo programa ou utilizar o exame unificado de pós-graduações em física  - EUF. O exame aplicado  pelo programa será
na forma discursiva e versará sobre mecânica clássica e física moderna. Todas as questões em nível de graduação.

Na ocasião da inscrição para a seleção ao mestrado, são exigidos os seguintes documentos (são aceitas fotocópias):

    Requerimento de inscrição (conforme modelo)
    Diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação em áreas das ciências exatas ou engenharia; reconhecido pelo
MEC,  ou declaração de estar cursando o último período do curso;
    Histórico escolar do curso de graduação reconhecido pelo MEC;
    Curriculum Vitae documentado no padrão da base Lattes; disponível no endereço http://www.lattes.cnpq.br/ ;
    Uma foto 3x4 recente;
    Documentos pessoais: cópia da carteira de identidade, CPF, e cópia da folha de identificação do passaporte e do visto de
permanência no país quando estrangeiro.
    Duas cartas de recomendação de professores da área de ciências exatas ou tecnologia (conforme modelo);
   
Requisitos para obtenção do Título de Mestre:
Como disciplinas obrigatórias, o estudante deverá necessariamente cursar:
CF7001 - Eletrodinâmica clássica I  e CF7003 - Física quântica I, ofertadas no primeiro semestre do ano;
CF7015 - Física estatística ofertada no segundo semestre do ano.

Além das disciplinas obrigatórias, o orientador deverá elaborar um programa individual de estudos ao mestrando, abrangendo pelo
menos duas disciplinas optativas das existentes no currículo do curso.
Caso detecte deficiências na formação pregressa do estudante, o orientador poderá indicar a necessidade de cursar disciplinas do
bacharelado em física, sem direito a créditos de pós-graduação.
Na disciplina CF7036 - Seminários é obrigatório o comparecimento do estudante a no mínimo 20 seminários durante o mestrado,
daqueles regularmente oferecidos pelo Departamento de Física em conjunto com o Programa de Pós-Graduação em Física.
A disciplina CF7049 - Estágio Supervisionado em Prática de Docência de Ensino Superior em Física deverá ser cursada uma vez
durante o Mestrado e tem caráter obrigatório para alunos bolsitas e optativa para os demais estudantes.
Durante o primeiro semestre do curso, o estudante sem orientador definido terá a sua matrícula assinada pelo coordenador do
curso. A partir do segundo semestre o mestrando deve escolher um orientador, dentre aqueles docente credenciados no programa.
Durante o curso de Mestrado o aluno deverá ser aprovado em teste de suficiência em língua inglesa. Alunos estrangeiros de países
de língua não-portuguesa, deverão ainda, demonstrar proficiência em língua portuguesa mediante aprovação em teste oficialmente
reconhecido pelo MED (Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros, Celpe-Bras
http://celpebras.inep.gov.br/inscricao/).
A cada início de período letivo (semestral) o aluno deve ratificar sua matrícula.
Antes da defesa da dissertação, o mestrando deverá apresentar um seminário sobre a mesma perante banca examinadora (exame
de qualificação de mestrado). O conceito mínimo para aprovação é B
Os estudantes com bolsas de estudo (CAPES ou CNPq) são fortemente encorajados a concluir sua dissertação num prazo
máximo de 24 meses. Em casos excepcionais, porém, o colegiado do programa poderá autorizar uma única prorrogação de até 6
meses, considerando a necessidade do mestrando. A renovação da bolsa depende do desempenho do bolsista, avaliado por meio
de relatórios semestrais. O estudante bolsista de cotas do programa que venha a reprovar, seja por nota ou por frequência, em
disciplina obrigatória terá sua bolsa cancelada. Neste caso, não poderá mais desfrutar de cotas gerenciadas pelo programa até a
obtenção de sua titulação. Para manutenção da bolsa o estudante deve manter uma média igual ou superior a um conceito B nas
disciplinas obrigatórias.
Total de créditos mínimos exigidos: 63 créditos pra Mestrado, sendo no mínimo 33 créditos em disciplinas, excluindo-se a disciplina
de CF7049-Estágio Supervisionado em Prática de Docência em Ensino Superior em Física.