Critérios de admissão e requisitos para obtenção do Título de Doutor

Público Alvo: indivíduos que possuam o título de mestre, ou que estejam em vias de obter o referido título, em cursos da área de
ciências exatas ou engenharia, que estejam realizando ou desejam realizar trabalhos nos temas de pesquisa desenvolvidos dentro
do Programa de Pós-graduação em Física da Universidade Federal do Paraná.
O número de vagas para o curso de doutorado é variável, dependendo da disponibilidade dos orientadores existentes. O
interessado, preferencialmente portador do título de mestre, deverá procurar um dos orientadores credenciados no programa e
com a concordância de ambos apresentar:

(a) Projeto de pesquisa para a tese de doutorado (conforme modelo)
(b) Programa de estudos detalhado, contendo as disciplinas a serem cursadas no doutorado, e eventuais pedidos de equivalência
de créditos concluidos em outras instituições.

O número de bolsas disponíveis para o doutorado também é variável. O Programa de Pós-graduação em Física distribuirá as
bolsas de estudo disponíveis aos alunos aprovados no teste seletivo, seguindo a ordem classificatória final dos mesmos.
Na ocasião da inscrição para a seleção ao doutorado, são exigidos os seguintes documentos (são aceitas fotocópias):

    Requerimento de inscrição (conforme modelo)
    Diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação em áreas das ciências exatas ou engenharia; reconhecido pelo
MEC, ou declaração de estar cursando o último período do curso;
    Histórico escolar do curso de graduação reconhecido pelo MEC;
    Diploma ou certificado de conclusão de curso de mestrado em áreas das ciências exatas ou engenharia; reconhecido pelo
MEC, ou declaração de estar cursando o o curso de mestrado reconhecido com previsão de defesa definido antes do período de
matrículas disponível em Edital,
    Histórico escolar do curso de mestrado reconhecido pelo MEC;
    Curriculum Vitae documentado no padrão da base Lattes; disponível no endereço http://www.lattes.cnpq.br/
    Uma foto 3x4 recente;
    Documentos pessoais: cópia da carteira de identidade, CPF, e cópia da folha de identificação do passaporte e do visto de
permanência no país quando estrangeiro
    Três cartas de recomendação de professores da área de ciências exatas ou tecnologia (conforme modelo);
    Projeto de pesquisa, assinado por orientador credenciado no curso, manifestando explicitamente sua concordância em orientar 
o candidato;
    Plano de trabalho, contendo a relação das disciplinas que o candidato pretende cursar no doutorado, bem como a relação das
disciplinas cursadas no mestrado que o candidato solicita aproveitamento (conforme modelo), caso as tenha cursado fora do
programa, juntamente com suas ementas;
   
Requisitos para obtenção do Título de Doutor:
São necessários um mínimo de 63 (sessenta e três) créditos em disciplinas para o curso de Doutorado, excluindo-se créditos
obtidos em Práticas de Docência, e podendo ser computados créditos obtidos no Mestrado, a critério do Colegiado do Programa.

O aluno pode requerer ao Colegiado do Programa  equivalência e/ou convalidação de disciplinas obtidos no curso de Mestrado em
outras Instituições, correspondentes as disciplinas obrigatórias do curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Física:
CF7001 - Eletrodinâmica clássica I, CF7003 - Física quântica I e CF7015- Física estatística e duas optativas, totalizando 30
créditos.

Como disciplinas obrigatórias, o estudante de Doutorado deverá necessariamente cursar:
CF7002 - Eletrodinâmica clássica II  e CF7004 - Física quântica II, ofertadas no segundo semestre do ano;

Além das disciplinas obrigatórias, o orientador deverá elaborar um programa individual de estudos ao doutoranto, abrangendo pelo
menos três disciplinas optativas das existentes no currículo do curso.
Na disciplina CF7037 - Seminários de Doutorado I é obrigatório o comparecimento do estudante a no mínimo 40 seminários
durante o doutorado, daqueles regularmente oferecidos pelo Departamento de Física em conjunto com o Programa de Pós-
Graduação em Física.
A disciplina CF7049 - Estágio Supervisionado em Prática de Docência de Ensino Superior em Física deverá ser cursada duas
vezes durante o Doutorado e tem caráter obrigatório para alunos bolsitas e optativa para os demais estudantes.
Durante o curso de Doutorado o aluno deverá ser aprovado em teste de suficiência em língua inglesa. Alunos estrangeiros de
países de língua não-portuguesa, deverão ainda, demonstrar proficiência em língua portuguesa mediante aprovação em teste
oficialmente reconhecido pelo MED (Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros, Celpe-Bras
http://celpebras.inep.gov.br/inscricao/).
A cada início de período letivo (semestral) o aluno deve ratificar sua matrícula.
Antes da defesa da tese, o doutorando deverá realizar exame de qualificação de doutorado, que consiste de duas partes:
seminário de área e pré-defesa de tese. O conceito mínimo para aprovação em cada parte do exame de qualificação é B. O
seminário de área deverá ser apresentado no máximo até 26 (vinte e seis meses) após o seu ingresso no curso.
Os estudantes com bolsas de estudo (CAPES ou CNPq) são fortemente encorajados a concluir sua tese num prazo máximo de
48 meses. Em casos excepcionais, porém, o colegiado do programa poderá autorizar uma única prorrogação de até 6 meses,
considerando a necessidade do doutorando. A renovação da bolsa depende do desempenho do bolsista, avaliado por meio de
relatórios semestrais. O estudante bolsista de cotas do programa que venha a reprovar, seja por nota ou por frequência, em
disciplina obrigatória terá sua bolsa cancelada. Neste caso, não poderá mais desfrutar de cotas gerenciadas pelo programa até a
obtenção de sua titulação. Para manutenção da bolsa o estudante deve manter uma média igual ou superior a um conceito B nas
disciplinas obrigatórias.

Total de créditos mínimos exigidos: 123 créditos pra Doutorado, sendo no mínimo 63 créditos em disciplinas, excluindo-se a
disciplina de CF7049-Estágio Supervisionado em Prática de Docência em Ensino Superior em Física.