IDF - 44 - 09/12/2013

Um Informativo do Departamento de Física da UFPR

    
      Artigos
                                                                   
        Shape resonances in low-energy-electron collisions with halopyrimidines
        A. S. Barbosa  and Márcio H. F. Bettega, J. Chem. Phys. 139, 214301 (2013)
        DOI
      
        Modeling the amorphous structure of mechanically alloyed Ti50Ni25Cu25
        using anomalous wide-angle x-ray scattering and reverse Monte Carlo
        simulation, J. C. de Lima, C. M. Poffo, S. M. Souza, K. D. Machado, D. M.
        Trichês, T. A. Grandi, R. S. de Biasi, Physica B: Condensed Matter,  424, 60
        (2013)
        DOI

        Livro

       Título: Eletromagnetismo - Vol 3
       Autor: Kleber Daum Machado
       Editora: Todapalavra
       ISBN: 978-85-62450-34-1
       Informações aqui

      Seminários

     Palestrante: Sérgio Ribeiro Teixeira do Instituto de Física  da UFRGS,
         Título: Luz, Água e Hidrogênio: Presente e Futuro
         Data: 12/12, quinta-feira
         Hora: 15h30min.
         Local: sala PE04

         Resumo:
         A espinha dorsal da nossa civilização é formada por nosso sistema de distribuição e consumo
        de energia, que facilita o avanço da tecnologia, e, por sua vez, oferece um padrão de vida cada
        vez mais elevado. A energia é um componente fundamental da produtividade, tão importante como
        matérias-primas, capital e trabalho. A combinação de energia humana amplificada pela energia
        n??o-humana é a base do alto padrão de vida nos países industrializados. A descoberta e utilização
        de novos combustíveis de maior teor de energia tem propiciado um aumento correspondente no
        avanço tecnológico e da população humana. A transição da madeira para o carvão alimentou a
        revolução industrial nos séculos 18 e 19, e a do carvão para o produtos petrolíferos, i. é., uma
        mudança de combustível no estado sólido para o estado líquido, devido à alta densidade de energia
        dos mesmos, culminou num desenvolvimento tecnológico sem precedentes que revolucionou os
        padrões de vida na segunda metade do século 20. Porém, este desenvolvimento tem suas
        consequências nefastas para a sociedade em geral: são recursos exauríveis, causam aquecimento
        global, elevação do nível dos mares e o aparecimento de fenômenos climáticos de grande
        intensidade, embora hajam controvérsias a estas afirmações. O desenvolvimento sustentável é um
        objetivo estratégico da sociedade contemporânea moderna refletindo a demanda para o desenvolvimento
        econômico, social, político e ambiental.  Dado este contexto a busca por materiais e processos que são
        capazes de transformar a energia fornecida pelo sol, aumentou nas últimas décadas, devido aos
        problemas ambientais associados com a utilização de combustíveis fósseis. Após o trabalho
        pioneiro de Honda e Fujishima, usando fotoanodos semicondutores para a separação da água em H2 e
        O2, fotoeletrólise, a produção fotocatalítica de hidrogênio emergiu como um processo alternativo de
        baixo custo na produção de combustíveis limpos e renováveis. Neste processo, a energia dos fotons
        é convertida em energia química superando a mudança positiva em energia livre, i.é., quando um
        semicondutor é irradiado com luz, dependendo da região de absorção desta energia, elétrons e
        buracos são gerados nas bandas de condução e de valência do semicondutor, respectivamente. Os
        elétrons fotogerados reduzem a água para formar H2, enquanto os buracos oxidam-na para formar O2.
        Dois fatores importantes que influenciam o processo de quebra fotocatalítica da água são a estrutura
        cristalina do semicondutor e o número de sítios catalíticos ativos expostos na sua superfície. 
        O objetivo principal nesta área da ciência, está na busca de novos materiais fotocatalisadores, mais
        ativos e eficientes, capazes de ajustar todos os fatores principais que controlam as reações globais de
        fotoredução e oxidação da água.  Nesta exposição pretende-se dar uma visão do estado da arte nesta
        área da ciência, passando pelo funcionamento dos semicondutores fotocatalíticos e resultados já
        obtidos nestas pesquisas.
        

     Eventos

     
     Not??cias





   
    Teses e Dissertações

      
    
    Editais


      Novos artigos, notícias e informações devem ser enviadas ao IDF
       (informativo@fisica.ufpr.br) sempre até sexta-feira.